ABROLHOS
ABROLHOS



O reino do Atobá!...

LOCALIZAR

Foram apenas três dias!...mas de ambiente confinado onde o atrito psicológico encontra o terreno mais fértil para despontar!...


Eram 3 casais jovens, eu e a tripulação. Poderia ter ficado a mais, sobrando, entre dois grupos diferentes!... mas, mesmo assim, nunca me senti só!...
O que ali se viveu foi a experiência bem sucedida duma grande família. Foram apenas 3 dias.. mas, às vezes, bastam 3 minutos para as incompatibilidades se mostrarem!...
Três semanas, três meses!.. dariam outros resultados mas o que importa sublinhar é o resultado positivo duma vivência e esta valeu a 100%.

Obrigado a todos.


O guarda do parque, um jovem com ar de hippy fora do tempo, olhar vago como quem não é deste mundo, um daqueles exemplares raros que a natureza põe num mundo que não é o seu, daqueles poucos com curiosidade intelectual mas que definhariam numa gaiola onde esta floresce, com necessidade de espaço, terra, ar e água para sobreviver!... era a incarnação perfeita do anti burocrata!...
Adoptei-o à primeira vista.. e não me enganei!... vai ter vida difícil mas recheada de prazeres inacessíveis ao comum dos mortais!...


Abrolhos!... terá Pero Vaz de Caminha escrito numa das suas cartas à coroa ao referir-se a esta zona da costa do novo mundo recém descoberto!...
é que esta zona alberga o segundo mais importante recife de corais do planeta que na maré baixa quase afloram à superfície sem se mostrarem, constituindo um refúgio importante para a fauna marinha e um perigo para a navegação. Junte a isto um conjunto de ilhotas dispostas de tal forma que lembram um velho vulcão afundado, entende-se o significado daquela expressão! Embora por aqui não se dê isso como geologicamente certo, a verdade é que a disposição e natureza da rocha estratificada em camadas que lembram as várias erupções solidificadas em tempos diferentes, a cor negra carvão das rochas roladas da ilha Redonda embora sem a porosidade de outras rochas vulcânicas evidentes... tudo aponta para essa origem.

Já vira algo semelhante nas Caraíbas a sul de Guadaloupe numas ilhotas chamadas Les Saints. A mesma disposição circular em caldeira, a mesma estratificação o mesmo paraíso tropical no meio das águas, qual Shangri Lá real!... só que ali, em Les Saints, a evidência vulcânica é mais acentuada pois o estado de afundamento da placa é menor e a ,morfologia preservada de cratera, maior!... no resto tudo é semelhante excepto na vegetação: menos terra em Abrolhos.. ausência de vegetação que além é abundante!...


O resto foram as fotos dos atobás brancos e castanhos que aqui abundam, o bando de fragatas que sempre circunda o topo da ilha Redonda sempre girando qual ventoinha gigante, o voo elegante da desajeitada grazina, os mergulhos dos atobás e dos aficionados do grupo, a comida excelente e o convívio sem igual!...

O meu objectivo era fotografar uma fragata, em grande plano, mas voavam muito alto e só residiam na ilha Redonda interdita a visitantes.
Para visitá-la teria sido necessário uma autorização do IBAMA, concedida em Caravelas que não obtivera por desconhecimento.
Mas o guarda do parque, não era aquele burocrata cego, que segue as regras porque são regras e não pelo impacto que os actos têm naquilo que as regras pretendem preservar!...

Ao meu compromisso de respeito absoluto pelo ambiente e pelos animais... exclamou, sem dizer não!... "... e eu fico com a cabeça a prémio!..."
"... se não for muito alto!... eu pago!..." respondi gracejando.

Pouco antes da partida lá estava com o pequeno barco rudimentar que tem para guardar todas aquelas preciosidades naturais dos predadores que são muitos!...particularmente a pesca clandestina que, diz quem conheceu, tem feito uma verdadeira devastação nas espécies.

O acesso ao topo da ilha onde estas aves nidificam não é tarefa fácil. Não há caminhos, só vegetação densa de uma variedade de juncos com folhas muito cortantes num piso irregular cheio de fundos falsos de matéria orgânica acumulada em declive acentuado.

Mas chegados ali!..., guardada a distância suficiente para não perturbar os ícones vivos deste santuário!..., o espectáculo, mesmo assim, é um privilégio raro para os olhos dum pobre mortal!...

Do Sanuk chamavam... era hora de regressar!... na descida ainda falámos da sua presença ali, das suas aspirações de vida, de como conciliar soluções opostas!... e das minhas sugestões ele tirou este agradecimento gostoso: "é assim que eu entendo a vida... fiz um favor a vc... e vc retribui com os seus ensinamentos..."

Obrigado meu amigo!... é assim também que eu entendo a vida quando as nossas trocas de favores não prejudicam terceiros!...

Aracaju, 19 de Fevereiro de 2009




Galeria de Fotos / Slideshow


Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '
Click para ampliar
' '



Visitas totais Visitas nesta página